19.6.17

Relatos sobre uma calcinha fio dental


Ok, partindo desse título você deve estar imaginando que lá vem bomba. E realmente vem, pois calcinha é uma coisa complicada em vários sentidos. Primeiro que ela envolve uma parte do meu corpo que eu nem sei como chamar. Se eu falo "buceta", sou bagaceira. "Vagina" é meio correto demais. Quando falo "pepeca" me sinto como uma criança de 8 anos. Há quem dê nomes como Preciosa, Perseguida, Berenice, mas isso simplesmente não faz meu tipo.

Calcinha nunca foi uma coisa simples. Sempre prezei pelo meu conforto, ainda mais na época da adolescência em que viver já é desconfortável. Gostava - e ainda gosto - de calcinhas mais largas, pois tenho a maldita genética das "ancas largas". Cintura fina, mas ancas largas. É só usar uma alcinha mais fininha e eu já tenho uma anca dividida em duas, como dois gomos de bergamota. Diz minha vó que ancas assim são boas para parir; eu digo que ancas assim são boas para trancar a calça jeans no meio do caminho.

Calcinha é aquele tipo de coisa essencial, mas que ninguém precisa saber que você está usando (assim como cera quente para depilar o buço). Acontece que muitas vezes todo mundo sabe a roupa íntima que você está vestindo, e você nem precisa tirar as calças para isso, pois o elástico da sua calcinha diz tudo. Eu já fui motivo de chacota em meu grupo de amigas, pois eu não tinha duas nádegas, e sim quatro. E foi aí que eu resolvi comprar meu primeiro fio dental.

Cheguei na loja de roupas e fui diretamente à sessão de roupas íntimas com o intuito de transformar minha bergamota em uma bunda consideravelmente bonita. Gente, desculpa, mas eu acho horrível a sensação de comprar calcinhas em público. Eu escolho, dou uma rápida analisada para ver se está tudo nos conformes e ponho rapidamente na bolsa de compras, pois se eu levantar a calcinha fio e admirá-la, pessoas ao meu redor darão aquela olhada do tipo "hmmm, hoje tem!".

Quando vesti minha calcinha fio pela primeira vez, pensei "agora entendo o motivo por que minha vó usa quase um para-quedas". É confortável e ponto! Sendo bem sincera, não vejo problemas em "desatolar" a calcinha da bunda, mas e quem tem vergonha faz como? E é sempre aquela velha história: você acha que ninguém está vendo, mas todo mundo já sacou aquela sua paradinha atrás do arbusto.

Gostando de rótulos ou não, sua calcinha fala por você. Comecei a acreditar nisso no Natal de 2014, quando minha tia resolveu dar uma calcinha a todas as sobrinhas. Minhas primas abriam os pacotes e a mulherada ia à loucura com o poder sensual que aquelas calcinhas carregavam: vermelhas, brancas, de lacinho, com renda e tudo o mais que você possa imaginar. Abri meu pacote seguindo o mesmo ritmo das outras e quando tirei a calcinha para fora, o que antes parecia uma selva virou um silêncio constrangedor. A calcinha era larga, rosa bebê, de algodão com um coraçãozinho na traseira escrito "I love you". Segundos depois, uma de minhas primas começa a ter um surto de riso, e o que era um silêncio constrangedor se transforma na sessão vamos praticar bullying com a Amanda.

Minha tia olhou para mim e disse "é que a Amanda ainda é pura". Até hoje me pergunto se "pura" significa "recatada e do lar" ou apenas "olha para a cara dela, óbvio que ela não transa. A última vez que viu pênis foi no livro de Biologia da escola".

Enfim, há quem utilize apenas fio dental; há quem defenda o uso de calcinhas largas e confortáveis; há quem não use calcinha! E há pessoas, assim como eu, que usam a primeira que aparece na gaveta. Se você está contente com sua calcinha é o que importa, e se alguém reclamar é porque não conhece o tesouro que há por de baixo dela.

65 comentários:

  1. QUE TEXTO! A denominação é uma coisa complicada, né? Acho que deveríamos criar um apelido menos tosco, mais sincero e sem tanta frescura. Berenice? Enfim, ancas largas são mesmo aquele cone no meio do caminho, porque nenhuma calça fica boa, definitivamente, e isso não é nem por causa da calcinha, e sim porque só quem tem consegue entender aiuheiuahe. Eu super prezo pelo conforto e parei de ter vergonha disso. Calcinha fio dental só pra exceções e olhe lá. Acho que a gente tem que usar aquilo que se sente bem, sem precisar seguir um padrãozinho sexy. "se alguém reclamar é porque não conhece o tesouro que há por baixo dela", é bem por aí mesmo. Deixamos estar. Parabéns pelo post incrível, tô xô.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, muito obrigada, Kelly!! Fico feliz que tenha gostado! E sim, temos que estar de bem com nós mesmas e ponto final!

      Excluir
  2. Eu morri de rir com a história sobre o Natal kkkkk pq eu sei MUITO bem como é isso! Minha mãe até hj compra umas calcinhas estilo larguinha de florzinhas, corações ou um lacinho bem discreto. Eu sou doida pra ter uma fio dental, mas tenho medo de ficar com incomodo dela enfiada no rego kk Adorei demais seu post!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahahahahhaha tem que experimentar para ver se você gosta. Acho que há momentos para usar cada tipo <3 Fico feliz que tenha gostado.

      Excluir
  3. Que post legal, adorei. Não é um assunto que vemos sempre por aí. Mas defendo que temos que usar o que sentimos bem usando, independe do nome, cor ou tamanho.

    Beijos
    www.caroldoria.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza, Carol! Se tem uma coisa que concordamos é: se estamos felizes, é o que importa <3

      Excluir
  4. Curioso o titulo viu puxa a gente pro texto fácil fácil hahahaha
    não é um assunto que abordamos sempre né , achei super banaca
    bjs

    ResponderExcluir
  5. Nossaaa ri horrores aqui em casa hahaha sério!! que dom para a escrita mulher!! parabéns!!

    ResponderExcluir
  6. Ah eu sou adepta do uso do fio dental, não gosto da marca que as outras calcinhas deixam. Claro que não consigo usar mais aquelas "tamanho único" como antes, se usar me "divide" também ,kkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahaha com certeza, eu sempre acabo comprando um número maior por causa disso kk

      Excluir
  7. Eita que post maravilhoso! Acho que a sociedade criou um tabu muito grande em torno do nosso corpo, por isso a dificuldade e vergonha de se falar de uma coisa simples, que faz parte do nosso corpo. Homem não tem problema nenhum com isso, sempre vejo todos nomeando seus orgãos sexuais, sem ninguém julgar. Enfim, voltando ao assunto da calcinha: EU ODEIO FIO DENTAL, não uso de jeito nenhum, nem em ocasiões "especiais". Para mim o que vale é o meu conforto e disso não abro mão, sem contar que a calcinha é algo que super faz parte do nosso estilo. Inclusive pode influenciar no nosso corpo, quando tive aula de ergonomia do vestuário na faculdade, estudei como calcinhas de tira fina podem piorar as ancas, assim como as calças baixas. O tipo de calcinha não deveria nem de longe ser um assunto pra chacotear ou falar que somos puras/pevertidas, levanto a bandeira da gente usar aquilo que nos faz bem, sem ceder à vontade dos outros.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo com tudo isso, Luana! Tenho barriguinha meio tensa até hoje por causa das calças cintura baixa de antigamente --'

      Excluir
  8. Eu li esse texto rindo! hahaha Eu também tenho esse mesmo probleminha que você tem, é muito ruim! haha Já tentei usar fio dental e não consegui, prefiro "desencravar" no meio da rua, é bem mais confortável usar calcinha larga. Já fui zoada por usar "calcinha de vovó", mas nem liguei, ainda uso e vou usar até não querer mais. xD Seu post foi ótimo! :D

    ResponderExcluir
  9. Eu também me sinto meio mal comprando, parece que está todo mundo julgando hahaha
    fiquei chateada por vc com a história da sua tia. Se vai ser presente igual, que seja para todas no mesmo nível né!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza, Yasmin, mas já superei hahah e hoje sou risada disso kk

      Excluir
  10. Que divertido seu texto e verdadeiro. Tão chato lidarmos com rótulos ou imposições. Na verdade eu prefiro calcinhas, vamos dizer, "meio termo" que não chame atenção nem fique incomodando tanto rsrs. Muito bom, parabéns !!! super bjoooo

    http://lorenacaribe.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Eu tenho todo tipo de calcinha, acho mais confortável aquela estilo ''cueca'', mas as vezes é necessário usar uma mais fina para não marcar nas roupas, infelizmente incomoda mesmo. Muito engraçado e verdadeiro seu texto. Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz que tenha gostado, Isabela!! <3 Volte sempre!

      Excluir
  12. Gente, adorei o texto! Realmente, não sei como chamá-la rsrs
    eu sou do time das que preferem calcinhas confortáveis, mas uma vez (e uma única vez) acertei na compra de um modelo fio dental que não incomodava, pena que de tanto usar ela estava quase se desfazendo e já andava sozinha rsrs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahahahha sim, quando acertamos é ourooooooo <3

      Excluir
  13. Amanda, adorei o texto, eu sou do time que usa calcinhas confortáveis, nunca comprei nenhuma fio dental suhsuahsuhs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estão feliz é o que importa. Eu, às vezes, uso calcinha fio dental!

      Excluir
  14. Amei teu texto,rir como eu tivesse presenciando cada relato teu guria kkk adorei de vdd, e olhe ele a casola larga e a fio prefiro a casola larga kkk conforto em primeiro lugar ♥

    ResponderExcluir
  15. AMEEEI O TEXTO!!!
    Nossa, Amanda, tu é lacradora mesmo hein mulher! Me identifiquei com várias falas suas mas a conclusão foi a melhor! Arrasou!
    Parabéns mesmo!
    Beijos
    Tamara
    Blog Tamaravilhosamente

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahahahaha ai, guria, muuuuuito obrigada! Tento dar o meu melhor!

      Excluir
  16. Adorei o texto, falou tudo e de forma super engraçada! Eu odeio calcinha fio dental, não uso por nada, aquilo é horrivel! Tenho a mesma situação que você porque fico com as laterais marcadas, mas já tentou aquelas de renda, sem costura e mais largas? Eu acho que são as melhores, não marcam, não incomodam, não nada!

    A, cuidado com a cera quente no buço, com o passar do tempo usando pode acabar manchando a pele do rosto que é mais sensível!

    blogdaumzoom.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz que tenha gostado, Sophia! <3 Siiiim, eu amo essas larguinhas de renda!

      Excluir
  17. Morri de rir com o seu texto hahahahaha super me identifiquei na parte: "Diz minha vó que ancas assim são boas para parir; eu digo que ancas assim são boas para trancar a calça jeans no meio do caminho." Concordo, concordo e concordo! Essa genética de ancas largas às vezes (quase sempre) só atrapalha na frente do espelho. QUE TEXTO! Você colocou em palavras um assunto que ainda é considerado um tabu pra muitas meninas. Eu fui perder o trauma da calcinha quando já tinha vinte e tantos anos. E ainda não gosto de comprar em público, tenho uma amiga que é revendedora de lingerie, ela me deixa a sacola, vai embora, eu olho e depois devolvo hahaha
    Adoreeeei!
    Beeijo
    http://dementelucidez.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahhh mujito obrigada pelo carinho, Jéssica! Fico feliz que tenha gostado e te identificado <3 Ainda temos décadas a frente para que as mulheres parem de ver a calcinha como um enigma. Usamos o que sentirmos vontade e pronto!

      Excluir
  18. Ameeeeei seu texto, super bem escrito e eu ri MUITO. Principalmente na parte da calcinha de "ela não transa" hahaha
    Eu só uso sutians de renda, mas tendo dó de usar calcinhas de renda no dia a dia então uso só divertidinhas, de bolinhas, listrinhas o que for. Mas ainda não consegui com as fio dental, quero ficar tirando o tempo todo, nunca rolara hahaha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahahah sei bem como é! Hoje em dia estou mais acostumada, mas nada melhor do que uma calçola, né? hahahah Fico feliz que tenha gostado, Kami! Um beijo!

      Excluir
  19. Amanda, eu tÔ berrando! HAUSAHSUA AMEI!!! Menina, sabe que eu também tenho esse problema das ancas largas (assim como toda minha família) e minha vó usa um paraquedas!Já eu, insisto em querer usar só calcinha fina do lado (não com tipo um fio mesmo, mas fina) e ai puxo mais pra cima pra não ficar dividindo a cintura no meio.Só que fio dental de verdade (que tem aquele fiozin no meio) nunca usei kkkkk só uma em que a bundinha é em renda e ficou MUITO BOMMM.
    Achei engraçadíssimo sua tia e todo seu relato, acho que vou deixar pra compartilhar mais à noite hhehehe, e vou aproveitar e mandar pro namorado - que sempre pergunta pq as vezes eu sou tão bipolar com calcinha de algodão e as vezes com um negocio que só tem renda hasuahsuashausa beijão Amanda!
    dezoitoemponto.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahahaha sei exatamente como é, Samira! Essasde rendinha que não são tão finas, mas que são super delicadas são um ótimo investimento para ~aquelas noites~ hahahah Bá, guria, essas de alcinha fina JAMAAAAAAIS! Não adianta o quão magra eu fique, as ancas não me deixam usar isso hahah Um beijo, querida!

      Excluir
  20. QUE POST MARAVILHOSO, SOCORRO! HAHAHAH
    Eu tenho calcinhas pra quando quero me sentir bem, pra quando estou de TPM, pra usar com vestidos, pra me sentir confortável hahahaha mas fio dental é só pra quando sei que vou tirar algumas horas depois, pq, oh, treco que incomoda. E nem ligo, uso calcinha de gatinho larga mesmo hahaha
    Eu lembro que na época da escola, a gente vivia falando "calma, eu preciso resgatar" e ai todas as meninas paravam e esperavam a miga tirar a calcinha que se perdeu hahahahahaha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahahaha sério, é muito bom isso! Não ter um tipo só de calcinha pq "esse é o bonito e ideal". Fico feliz que tenha gostado, guria! Seja bem-vinda!

      Excluir
  21. AHAAHHAAHA
    ri demais com seu texto, escolher calcinha é meio constrangedor mesmo, mas hoje em dia to nem ai mais, a gente vai ficando velha e vai perdendo a vergonha. E ó tbm prefiro as calcinhas confortáveis, fio dental só em ocasiões especiais hahah

    beijo e sucesso com o blog Amanda! :*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza, Ana! Tô contigo! Muito obrigada pelo carinho <3

      Excluir
  22. amo taaaaaaaaaanto esse teu texto! um relato tao real e sincero, de um modo tao bom de se ler!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahhhhhh muito obrigada, Liz <3 É por mensagens como essas que tenho prazer em tocar o blog!

      Excluir
  23. Aquele texto inusitado que ninguém tem coragem de escrever (pelo menos não eu) e ainda assim arranca vários sorrisos hahaha. Parabéns pela ousadia e sinceridade!

    Apenas li verdades <3

    www.verifiqueapagina.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahaha muito obrigada, Jennifer! Sou bem dessas mesmo, falo o que acontece, afinal, é tudo muito natural e rotineiro para nós mulheres! bjjj

      Excluir
  24. AMEI esse post, hahahah
    Também sou da turma da anca larga+cintura fina, sofro com isso na hora de comprar calças... Mas sobre calcinhas: nunca tive coragem de usar calcinha fio dental não, acho que deve ser muito desconfortável hahahah mas uma dica pra você experimentar:
    Sabe aquelas calcinhas de renda que parece uma cueca? Apesar de grandonas, elas são MARAVILHOSAS, cê bota e pensa "PQP MINHA RABA TÁ SENSACIONAL" e ainda é super sensual E confortável. Não abro mão mais... Até esqueço que tô de calcinha.
    Beijos!
    A Menina da Janela

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se chama Calcinha Caleçon, ou Bunda Rica Laura :) Super confortáveis.

      Excluir
    2. siiiiim, guria! essas calcinhas são maravilhosas! também sou super adepta <3

      Excluir
  25. "Hum, hoje tem" AHUSHUAHU é exatamente assim que eu me sinto quando vou comprar roupa íntima, sempre pego alguém olhando pra mim com esse olhar.
    Sabe, confesso que eu não me importo muito com calcinhas maiores e/ou com desenhos que pareçam infantis, por que elas são confortáveis mesmo, isso é uma verdade.
    Beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. sim, super concordo contigo, Leslie, elas são super confortáveis, mas prefiro algo mais sensual, sabe? mesmo que pro dia-a-dia. minha auto-estima e segurança agradecem hahaha me sinto bem (ainda mais pq elas não marcam a bunda).

      Excluir
  26. Oii Amanda, acredito que eu ainda não conhecia o teu blog. Parabéns, adorei os conteúdos que você traz por aqui. E eu me diverti muito com o teu texto. Além do tema ser inusitado eu achei a forma como você escreve leve – parece que estamos papeando. Curti de verdade. Te adicionei no meu leitor de blogs, eu com certeza quero continuar acompanhando o teu blog. Beijo

    www.verdadeescrita.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahhh, muito obrigada, Rebeca! Fico muito contente de ler esse feedback. Por favor, seja bem-vinda <3

      Excluir
  27. AAAAAAAAAh que crônica incrível! Socorro
    Me identifiquei com
    1- como que chama nossa bendita? Eu fico impressionada, inclusive, com as miga que tem NOME pra vajaina (sotaque americano). NOME, tipo?????? oi
    2- capôzinho dividido
    3- 4 bundas
    4- deuses fio dental dá vontade de chorar
    eu amo calcinha boxe, melhor coisa da vida.
    Amei teu jeito de escrever <3 Adorei teu blog, adorei tudo.
    Mil beijos!!

    Com carinho,
    Beca; Café de Beira de Estrada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahhhh que linda! Muito obrigada, Rebeca! Fico contente em saber que se identificou. E sim: ninguém merece colocar nome na bonita, né? kkkk beijos!

      Excluir
  28. Amanda, eu estou rachando de rir com o relato da calcinha...hahha, aliás, o seu relato sobre a calcinha! Hahahaha sensacional!! Este negócio de colocar nome "lá" me incomoda até o ultimo fio de cabelo...Hahaha, olha eu vou compartilhar com todo mundo este texto! Esta sensacional! Parabens!!

    ResponderExcluir
  29. Calcinha... ela pode ser nova ou velha, grande o pequena o importante é não deixar a "piriquita" fugir como diria a minha avó KKKKKKKKK....
    Adorei o texto.

    Sucesso

    ResponderExcluir
  30. Olá Amanda, como você está?
    Essa é a primeira vez que eu visito o seu blog e de cara, amei a sua franqueza. Você abordou o assunto de uma maneira direta e bem pessoal! Eu confesso que sou bem reservada nesse aspecto, até com respeito as minhas curiosidades... aprendi o que tive que aprender no colégio e fui buscar sozinha aquilo que me intrigava, ou que precisava saber. Nunca alimentei essa conversa entre amigas ou entre familiares, mas sei bem o quanto que as mulheres precisam conviver com isso, e muitas até se constrangem.

    Eu sou do time que usa calcinha larga de algodão mesmo. Amo o meu conforto e não saio dele por pressão nenhuma. Ser mulher hoje, é ser livre, é transbordar a feminilidade sendo ela mesma, sem temer rótulos ou julgamentos de terceiros. O nosso papel sempre foi auxiliar, acrescentar, e ser mulher significa ser mais compreensiva, mais amigas umas das outras. Então, está super por fora isso de "gozação", constranger a outra por ser quem é, por fazer o que faz. Amanda, não fique constrangida, não se "encane" com isso. Cada mulher tem a sua beleza, sua atitude, seu corpo e isso é suficiente!

    Atraímos coisas boas na vida, quando compreendemos quem somos e mudamos pelos motivos certos (não por pressão alheia). Tenha orgulho de quem você é, e da calcinha que você usa, até porque, o seu VALOR está em ser você de verdade!

    Beijos, foi um texto super diferente que eu li e que me fez pensar muito, até sobre mim mesma!

    Blog Senhorita Deise

    ResponderExcluir
  31. Oi! Achei o texto super divertido. Gostei bastante! E é impossível não se identificar em algumas partes. Ficou sensacional.
    Beijos!

    www.brincandodeolivia.com

    ResponderExcluir
  32. Tuas crônicas são sempre divertidas, mas essa com certeza é a minha favorita. Tu pegou um assunto que muita gente ainda considera delicado e trouxe uma visão tão real. Tá sensacional.

    ResponderExcluir
  33. Oi Amanda, tudo bem? Que texto mais interessante e divertido. Conforme fui lendo imaginei uma voz de fundo me contando cada situação, principalmente a vó haha Calcinha é algo pessoal e com certeza cada pessoa tem seus próprios gostos e preferências. Confesso que sou do time que não curte fio dental, primeiro pelo incômodo, segundo para não dividir a bergamota (haha) e terceiro não faz meu estilo. Prefiro aquelas que deixa com um corpo legal para usar qualquer tipo de roupa. Beijos, Érika =^.^=

    ResponderExcluir
  34. Uau, assunto diferente, gosto de textos assim. Captam logo o leitor! Adorei a crônica, devemos nos vestir com o que nos faz sentir bem!

    www.FLOREJAR.com

    ResponderExcluir
  35. Um dos textos mais incríveis, divertidos e sinceros que já li. Não entendo esse tabu que criam encima da calcinha haha. Tipo "sua calcinha tá aparecendo", como se ninguém pudesse saber que eu uso calcinha (risos). Ah, e sobre as calcinhas fio dental, definitivamente não são para mim. Eu me sinto totalmente desconfortável com ela entrando ~você sabe onde~ :p prefiro as minhas estilo "shortinho", hehe.

    Beijos e parabéns pela criatividade :3

    ResponderExcluir
  36. O importante é ser feliz na decisão, com ou sem fio dental :)

    Beijos!
    www.vivendolaforanoseua.blogspot.com

    ResponderExcluir

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo