29.3.17

Viajar sozinha: should I stay or should I go?

Viajar sozinho é uma daquelas coisas que todo mundo deveria fazer pelo menos uma vez na vida. Claro que é ótimo estar cercado de boa companhia, dividindo bons - e maus - momentos, rindo até doer a barriga e have a good time together. Contudo, viajar sozinho é mais do que apenas turismo. É um desafio pessoal, o qual nos mostra o quão importante é nossa própria companhia durante situações difíceis. Isso aumenta nossa auto-estima e nos dá a pura sensação de liberdade. Apesar de eu ainda não ter riscado esse item da minha wishlist, recomendo isso para todo mundo, principalmente para aqueles que se sentem solitários estando sozinhos.

Apesar de tudo isso parecer maravilhoso, nós, mulheres, temos que lidar com comentários negativos quanto a viajar sozinhas. Resolvi perguntar para algumas mulheres o que pessoas a sua volta disseram de forma a desencorajar essa decisão. E em meio a várias respostas, pude notar que o principal problema envolve o fato de que conhecemos constantemente pessoas diferentes enquanto viajamos. Às vezes precisamos perguntar onde fica aquele restaurante especial. Às vezes pedimos para alguém tirar uma foto nossa. Ou, às vezes - apenas às vezes - os deuses estão sendo muito legais conosco e nos apresentam uma pessoa bem legal e charmosa que nos convida para sair - parece demais, não?

O que você faria nesse momento? Você correria far, far away desse possível affair? Você se colocaria dentro de uma bolha e se isolaria do resto do mundo apenas porque "é perigoso, miga, não faça isso"? É claro que não! Quer dizer, coisas boas e ruins podem acontecer em qualquer lugar, tanto em outro continente, quanto na rua onde você mora. Nós simplesmente não escolhemos isso.

É claro, precisamos ser realistas: ter cuidado é algo que sempre devemos carregar em nossas bolsas, ok? Veja bem, se você sair com alguém, encontre ele/ela em um local público, como pubs, cafés, parques, shoppings. Se você pedir uma informação para alguém, não faça isso em uma rua escura e desabitada no meio da noite. Procure por um restaurante para fazer isso, ok?

Ao invés de imaginar todas as coisas ruins que poderiam acontecer com você, imagine todas as coisas maravilhosas as quais você estaria exposta. Explore o inexplorado, abrace novos ambientes e culturas, diga "sim" a novas oportunidades, faça amigos para vida e, o mais importante de tudo, have fun! Como eu disse anteriormente, viajar sozinho é mais do que apenas turismo: é um presente de você, para você mesmo.

4 comentários:

  1. Tem momentos que, precisamos apenas de nós mesmas, silencio da sua própria companhia e curtir estar sozinha!
    Se amar e se abrir para novas experiencias.
    Te convido para conhecer meu blog ! http://planopdepaty.blogspot.com.br/
    Beijos e beijos <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza, Patricia! Concordo plenamente contigo :)

      Excluir
  2. Acho que você tem razão, ah se eu pudesse.rsrs No momento sem condições de viajar até acompanhada, que dirá sozinha.
    Muito legal o post, concordo com tudo que você disse, principalmente em relação aos comentários, o povo fala demais.
    bjs
    Simplesmente Ciana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ish, Ciana, se a gente for pelos outros não fazemos nada nessa vida!

      Excluir

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo